Alpargatas anuncia fábrica em Montes Claros

A nova unidade deve receber R$ 177 milhões em investimentos e gerar 2,3 mil empregos diretos

Maior empresa de calçados da América Latina, a Alpargatas S.A. anunciou a construção de uma nova fábrica, em Montes Claros, no norte de Minas. A empresa pretende investir R$ 177 milhões nos próximos quatro anos na unidade mineira, e espera gerar cerca de 2,3 mil empregos diretos e mais de 3 mil indiretos.

A nova unidade deve gerar 2,3 mil empregos diretos

O principal item das novas linhas de produção serão as sandálias Havaianas, tradicional marca da companhia controlada pelo grupo Camargo Corrêa. A nova planta, que começa a ser construída em agosto deste ano e deve entrar em operação no segundo semestre de 2012, vai fabricar cerca de 100 milhões de pares de calçados por ano, o que representa um aumento de 35% na produção atual.

A empresa fabricou e vendeu no ano passado 244 milhões de unidades de calçados, vestuário e acessórios. "Optamos por gerar empregos no Brasil. Temos condições competitivas de fabricar nosso produto localmente", diz Márcio Utsch, presidente da Alpargatas S.A.

Made in Brazil

A afirmação evidencia a estratégia oposta adotada pela principal concorrente da empresa no País. Em abril deste ano, a Vulcabrás/Azaleia comprou uma fábrica na Índia, com a intenção de transferir para o país asiático a parte mais intensiva em mão de obra da sua produção de tênis.

Para Utsch, da Alpargatas, o "made in Brazil" tem uma importância estratégica para as marcas da companhia. "A produção brasileira faz diferença, gera valor para o nosso produto, principalmente lá fora", afirma o executivo.

Questionado sobre o câmbio, Utsch diz que, se por um lado o real valorizado inibe as exportações, por outro permite a importação de matérias-primas a preços mais camaradas.

Antidumping

Sobre a concorrência dos importados, o executivo não acredita nas medidas antidumping. "Elas protegem por cinco anos. Para nós, é melhor enfrentar os concorrentes agora do que esperar para investir em tecnologia, gerar escala e conhecimento", acrescenta.

Em setembro de 2009, o governo brasileiro adotou uma tarifa antidumping (que hoje está em US$ 13,85 por par) contra o calçado chinês, com o objetivo de proteger o mercado local. Para os empresários do setor, a medida não adiantou porque os chineses começaram a praticar "triangulação" e as importações vindas de Vietnã, Malásia e Paraguai aumentaram significativamente.

De acordo com a Abicalçados (associação do setor), as importações de calçados de outros países asiáticos que não da China quase dobraram no primeiro trimestre deste ano em relação ao mesmo período de 2010. Parte dos fabricantes pede agora uma extensão da sobretaxa para outros países.

Localização

Como as grandes fábricas da Alpargatas estão no Nordeste, a escolha de Montes Claros foi motivada pelo fato de a cidade estar mais próxima de grandes centros consumidores, principalmente nas regiões Sudeste e Sul.

O secretário da SEDVAN, Gil Pereira, e empresários da Alpargatas,
durante assinatura de convênio com o Governo de Minas

A Alpargatas tem fábrica de sandálias em Carpina (PE) e em Campina Grande (PB). Também estão na Paraíba as duas unidades de artigos esportivos da companhia. Há ainda oito fábricas na Argentina (cinco de produtos esportivos e três têxteis).

A decisão de construir uma nova fábrica no Brasil faz parte do plano da Alpargatas para chegar a 2014 com uma receita bruta de R$ 5,5 bilhões. Em 2010, a receita bruta da empresa foi de R$ 2,6 bilhões. Presente em 85 países, a Alpargatas trabalha, além de Havaianas, com as marcas Dupé, Rainha, Topper, Mizuno, Timberland e Meggashop.

Empenho do Governo Anastasia

O presidente da Agência de Desenvolvimento do Norte de Minas, Geraldo Eustáquio Drumond, participou da solenidade, no dia 07 de julho, em que o governador de Minas Gerais, Antonio Anastasia, anunciou a construção da unidade da Alpargatas, em Montes Claros. “O novo empreendimento faz parte do esforço do Governo de Minas para atrair investimentos para o Norte de Minas e para os vales do Mucuri e do Jequitinhonha”, afirma.

“No próximo dia 15 de julho, estarei em Montes Claros para fazer vários outros anúncios do Governo, incluindo medidas novas para incrementar ainda mais a economia dessas regiões”, disse Antonio Anastasia. Lembrou, ainda, a atuação fundamental da secretária Dorothea Werneck (Desenvolvimento Econômico) e do secretário Gil Pereira (Vales do Jequitinhonha e Mucuri e do Norte de Minas) para que as negociações tivessem tanto sucesso.

Solenidade de divulgação da instalação da empresa Alpargatas
em Montes Claros, realizada em 07/07 em Belo Horizonte
Governador Antônio Anastasia divulgando instalação empresa
Alpargatas em Montes Claros no dia 07/07
Gil Pereira - Secretário Sedvan, Márcio Utsch - Diretor
presidente Alpargatas, Geraldo Drumond - Presidente Adenor

Comentários